Adoro receber visitas

Seguidores

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Tiozinho

Nesta quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011, completo 49 anos de idade. A cada manhã diante do espelho, custo a acreditar que estou prestes a me tornar um cinquentão Mas os cabelos brancos, as rugas e a olheira não deixam dúvidas. Virei um tiozinho.

Meio século de vida aumenta as dores nas costas, diminui a audição, a vista enfraquece... Fisicamente, envelhecer é uma merda.
Mas pra compensar (será?), mentalmente fiquei mais rico. Estou me tornando o mala que, pra cada assunto, tem uma história antiga pra contar.

E hoje tomo decisões com uma facilidade que não tinha aos trinta anos. É o benefício da vivência, da experiência. Tenho mais jogo de cintura para lidar com os idiotas, por exemplo. Se antigamente eu me incomodava com eles, hoje simplesmente deixo pra lá. Não tenho tempo a perder com imbecilidades.
Crianças...Tomaram outro significado. Não são mais aqueles pentelhos barulhentos. Agora são explosões de energia, cujo som traz alegria à minha vida. Mas... Minhas crianças agora têm 24 e 21 anos. Não são mais crianças, justamente no momento em que sinto que preciso de crianças por perto. Acho que entrei na fase pré-avô...

O mundo tomou outros significados. O preto e branco passou a ter tons de cinza. Não tenho mais posições radicais, compreendo que nada é definitivo, nada é totalmente bom nem totalmente ruim. E não existem deuses sobre a face da terra. Os homens e mulheres, não importa em que posição, são iguais a mim: cheios de defeitos. Incapazes de resolver os grandes problemas da humanidade ou do vizinho.
Não existem mais heróis. Nem santos.

Pois é...
Sou um brasileiro chegando aos cinquenta. Minha geração, de certa forma, perdeu o bonde. Éramos jovens demais em 1968 para participar das mudanças do mundo. Amadurecemos entre o amor livre e a Aids. Fomos crianças quando quase não havia televisão. Achávamos que no ano 2000 estaríamos vivendo em outros planetas. Vimos o computador nascer. Incorporamos o automóvel em nossas vidas desde pequenos. Adotamos o controle remoto, a internet e o celular sem dificuldade...
Minha geração é a da perplexidade.

E é assim, perplexo, que em 2012 chegarei aos cinquenta
Por enquanto, posso assegurar que jamais estive tão ativo. Tenho um BBom emprego, sou pós graduado em Gestão de Pessoas pela FGV e atualmente faço uma pós graduação em Gestão Ambiental na UFLA e construí uma rede de amigos pela Internet, cujo alcance e tamanho, desconheço. Escrevo eventualmente nos sites www.primeirahoranoticias.com.br , www.showdenoticias.com.br ,www.topmineiros.com.br, http://www.cachoeiraaltaonline.com.br e ainda escrevo mensalmente na revista impressa Top Mineiros e a pedido em outros sites.

É cansativo, é desgastante, mas a cada dia, a cada semana, me dá o prazer de perceber que, do lado de lá deste teclado, existe inteligência.
Muito bem.
Todo fevereiro a casca do Zé Renatinho fica mais velha. Mas o moleque continua lá, doidinho pra sacanear os cinquentões.
Vida longa ao moleque.
E tiozinho, é a mãe.

José Renato de Freitas Almeida, administrador, pós graduado em Gestão de Pessoas pela FGV, pós graduando em Gestão ambiental pela UFLA, atual Gerente Geral do BB de Capelinha MG


By blog http://jrfalmeida.blogspot.com/

Um comentário:

  1. COMO PARTICIPAR NAS EDIÇÕES DO EPISÓDIO CULTURAL?
    O Fanzine Episódio Cultural é uma publicação bimestral sem fins lucrativos, distribuído na região sul de Minas Gerais, São Paulo (capital), Belo Horizonte e Salvador-BA. Para participar basta mandar um artigo: poema, um conto que não ultrapasse 1 folha inteira no word (Times Roman 12). Pode mandar também artigos que abordem: cinema, teatro, esporte, moda, saúde, comportamento, curiosidades, folclore, turismo, biografias, sinopses de livros, dicasde sites, institutos culturais, entre outros.
    Mande em anexo uma foto pessoal para que seja publicada juntamente com a sua matéria.. Mande também (se desejar) uma imagem correspondente ao assunto abordado. Caso o artigo não seja de sua autoria, favor informar a fonte.
    PARA ENTRAR COM CARLOS (Editor)

    ResponderExcluir